Brasil

Após um maravilhoso ano na ilha esmeralda, aterrissamos de volta ao Brasil.

 

Qual a sensação? Não sei definir, ansiedade, emoção e saudades!

Ver a família no desembarque do aeroporto não tem preço! Chegar em casa, comer a comida da mamãe é incrível! Se sentir importante, todo mundo querer te ver, te faz parecer um artista de cinema. Mas e depois que passa as duas primeiras semanas e você já não é mais novidade? Só resta as saudades e isso só o tempo para acalmar.

Como pode saudades de algo que mal deixamos para trás?

Agora é se adaptar de novo e não deixar as lembranças e tudo que aprendemos se apagar.

IMG_0801

 

Anúncios

Sumiço – Último mês

Estamos de voltaa!

 

Gente esses último dois meses foram bem corridos, por isso que acabamos deixando o blog de lado! Vou resumir, nós dois estávamos trabalhando bastante, pois nosso tempo na Irlanda está acabando e estávamos nos preparando para viajar por 1 mês. 

Eu cumpri meu aviso prévio no Subway o Felipe no restaurante fizemos nossas malas, deixamos nosso apê =( e colocamos o pé na estrada dia 02/06. Fizemos,Amsterdã, Bruxelas, Budapeste, Cracóvia, Milão, Atenas, Ilha de Milos, Verona, Veneza, Florença, Pisa, Lucca, Roma, Berlin e Londres. Voltamos para Cork semana passada e agora dia 19 voltaremos ao Brasil.

 

É uma mistura de sentimentos, saudades da família, amigos, comida, mas ao mesmo tempo a ilha esmeralda nos acolheu com tanto carinho que vamos deixar um pedacinho nosso aqui e levar um pouco dela com a gente!

Meus próximos posts vão ser sobre as viagens desses últimos meses, mas sobre a escola, trabalho, dicas vou continuar respondendo os e-mails.

 

Obrigada a todos por acompanhar nossa jordana!

 

Beijos a todos!

 

Casal em Paris – 1º Dia

E essa foi a nossa primeira viagem fora de Cork, fomos à cidade da luz, do amor e do glamour… a bela Paris!

Saímos de Cork no dia 08/02 pela manhã e chegamos em Paris às 14:30. Apesar de fevereiro ser inverno, tivemos sorte e pegamos todos os dias com sol. Como fomos de Aer Lingus, descemos no aeroporto Charles de Gaulle, que é o aeroporto mais próximo do centro. Às 15:30 estávamos no centro de Paris.

A cidade é encantadora, charmosa e esbanja muito glamour pela sua bela arquitetura, cada prédio é uma obra de arte que pode-se gastar alguns minutos para se apreciar.

Nós alugamos um studio bem no centro de Paris, próximo a estação de L’Almas e uns 10 minutos da Torre Eiffel andando. Alugamos pelo www.airbnb.com. O preço da diária era mais ou menos o mesmo valor que um quarto compartilhado de um hostel (30 euros por pessoa).

Nosso primeiro destino foi visitar o ponto turístico mais famoso de Paris, a Torre Eiffel. É uma sensação indescritível ver um monumento tão proeminente (apesar de acharmos que ela fosse maior). A torre possui 3 andares, sendo que até o segundo andar é possível ir de escada ou elevador e até o topo só é possível ir de elevador. A fila para comprar o ticket de elevador estava muito longa e optamos por comprar o ticket para subir de escada, que é a opção mais em conta, pagamos 4 euros no ticket, e no segundo andar tem outra bilheteria para comprar o ticket até o último andar. A Camila quase morreu antes de chegar ao fim das escadarias hahaha. Quando chegamos no primeiro andar, a vista já era incrível, podia-se ver toda a cidade de Paris. Depois subimos até o segundo andar, são outros bastantes degraus, mas quando se chega lá, a visão que se tem de Paris, faz nos esquecer todo o sofrimento das escadas. Aproveitamos para tirar fotos de cada canto da cidade, de diferentes ângulos. Mas o momento mais emocionante, veio com algo que a princípio seria um incômodo, quando estávamos tirando as fotos no 2º andar, pudemos ver uma nuvem cinza e chuva vindo em direção a torre. Quando a chuva chegou, se formou um arco-íris que se começava e terminava bem na frente da torre, não tenho palavras para descrever aquele momento, uma imagem que não se vê todos os dias.

Nuvem se aproximando
Nuvem se aproximando

DSCN0307 DSCN0308

Após o arco-íris, tomamos um chocolate quente, tiramos centenas de fotos e resolvemos comprar o ticket até o último andar, para nossa infelicidade, devido ao mal tempo, pois estava ventando muito, o elevador estava fechado. E acabamos não indo no último andar da torre naquele dia.

Depois da decepção de não subir até o último andar, resolvemos ir até o arco do triunfo, fomos andando, foi uma longa caminhada. Passamos também por um pedaço da principal avenida de Paris, a Champs-Élysess. A avenida começa no arco e termina no Place La Concórdia. Mas enfim, ficamos na parte próximo ao Arco, pudemos ver várias lojas de grifes e marcas caríssimas, além de belos carros até chegar no Arco do Triunfo. Subimos até o topo do arco, por sermos residentes europeus, menores de 26 anos, não pagamos para subir. Mas sinceramente, eu não pagaria, não tem nada de mais, eu esperava mais. Como já era de noite, estávamos bem cansados, fomos para casa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Esse foi nosso primeiro dia! No próximo castelo de Verssailes!
Abraços

 

Saint Patrick’s Day

Olá galera!

Desculpem o nosso desaparecimento mas meus horários estão diferentes a cada dia, acabei não me programando para escrever e quando vi já tinha passado um mês!

Maaas vou falar hoje da festa maiss famosa da Irlanda, que aconteceu no dia 17/03 !

Já falei em outro post sobre o São Patricio e hoje vou falar só da festa!

Aqui em Cork a festa começou dia 15/03 no sábado, tinham várias barraquinhas de comida na rua e tinha até uma tenda distribuindo uma sopa natureba de graça !

Montaram um palco que no sábado e domingo teve alguns shows. Na segunda nós fomos para Dublin ver a famosa parada. Aqui em Cork tbm rolou uma parada em escala menor no dia 17.

Bom chegamos em Dublin umas 11 horas e as ruas já estavam lotadas, tivemos que ver a parada entre uma cabeça e outra, pois realmente estava tudo bem lotado, mas já esperávamos por isso. Depois fomos para o famoso Temple Bar que estava mais lotado ainda. Resolvemos dar uma volta por Dublin e ver o que mais estava rolando. As ruas todas cheias de cabeças verdes e bêbadas ;D

No fim comemos pizza hut e bebemos cerveja do mercado! Mas valeu a diversão! Vou colocar as fotos que valem mais do que palavras!

 

Abraços!!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cork alagada

Não é porque é Europa que aqui não alaga rsrs Nos dias 3 e 5 desse mês todo o centro ficou igual Veneza.

Claro que não são pelos mesmos problemas do Brasil, mas o centro de Cork fica no meio do rio Lee e choveu demais, o rio encheu e não teve jeito.

O que eu achei bacana é que a Garda passou em todo o centro nas lojas avisando sobre as enchentes, e no dia 05 que foi a pior eles entregaram sacos de areia e uns outros sacos pra por nas portas.

Não sei se tinha alguma coisa que o governo poderia fazer para evitar essas enchentes, mas o pessoal não reclamou muito e parece q não é tão comum assim.

Aqui vão alguns videos e fotos do que os Irlandeses fizeram nas enchentes lembrando que tava uns 2ºC rs

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Se virando em Cork – Diversão

Não é só porque Cork é uma cidade pequena que não tenha nada pra fazer.

Parque: Fitzgerald’s Park  e também tem o Cork Lough

Pubs: Bom, pub é o que não falta na Irlanda toda, mas aqui tem opções pra todos os gostos, têm os que tocam eletrônico, os que tem banda ou só uma voz e violão segue os que mais gostamos:

Bodega: até as 23h não paga pra entrar e tem um som ao vivo e mesas. A partir das 23 começa um Dj com os hits do momento.

An Bodhran: Voz e violão, é bem pequeno, mas ganhou nossa simpatia.

Oliver Plunket: Cada dia tem um programação com uma banda diferente, bastante mesas e um espaço bacana.

Crane Lane: Tem mais de um ambiente, um só com um Dj ou banda com uma pista e um com mesas, é sempre bem cheio, mas vale a pena conhecer.

Voodoo: é a balada mais “pop” de Cork, paga para entrar.

Fionnbarra: Tem um bacana beer garden, mas fecha cedo por ser em área residencial.

Boliche: tem duas opções o Mardyke, além de boliche tem ping pong, snooker e karaoke e o  LeisurePlex, que além do boliche também oferece snooker e um game tipo “Laser shot”.

Cinema: Aqui no centro temos o Gate Cinemas.

Esportes: Apesar do clima não ser o melhor para a prática de esportes, na Irlanda tem opções para a prática. Desde academias até arenas onde é possível praticar e assistir a jogos.

Hurling: É um jogo típico irlandês, lembra um pouco o hóquei. A princípio é meio confuso e um pouco doido, mas logo se entende as regras. É um dos esportes favoritos dos irlandeses.

Futebol Gaélico: É um outro esporte típico irlandês, junto com o Hurling é o mais popular. É uma mistura de futebol tradicional com futebol americano.

Mardaik Arena: O lugar oferece academia, campo e quadras, muro para escalar, pista de caminhada, etc.

Sobre a gastronomia de Cork eu falo em outro post 😉

Um beijoo e se divirtam onde for!

Trabalho !

Hoje vou falar de um assunto muito requisitado, trabalho no Irlanda!

Como já abordei aqui algumas vezes, as oportunidades são influenciadas por alguns fatores, o principal dele, o passaporte vermelho, mas como a maioria vem com o visto de estudante o fator mais importante nesse caso vai ser o o nível de inglês.

Comece com um bom CV, um bom CV aqui não é o mesmo que um bom no Brasil, pois se vc vai se aplicar para um trabalho de cleaner, waitress, kitchen porter, sale assistent, eles não estão interessados em saber que vc trabalhou de diretor no banco fodão do seu país. O que eu fiz foi colocar o lugar que eu trabalhei, mas na descrição colocar funções que se parecem com o trabalho que eu to aplicando.

Contatos, quantos mais colegas vc tiver maior sua chance de ter uma indicação e isso conta muito aqui, mais do que um bom CV.

Nível de inglês, se vc pretende trabalhar de Au pair ou kitchen porter eles não vão exigir muito do seu inglês, mas qualquer outro emprego isso vai ser um diferencial, não precisa focar na gramatica, contanto que consiga ter uma boa conversação.

Dizem que para mulheres é mais fácil de conseguir uma vaga, na minha opinião isso só influencia para emprego de Aupair.

Saia distribuindo CV por todas as lojas, entre pergunte se estão aceitando ‘staff”, peça para falar com o gerente, seja simpático e esteja sempre sorrindo ;). Não desanime! Eu cheguei a bater muita perna pra entregar CVs por ai!

Experiência pessoal:

Quando eu estava completando meu primeiro mês na Irlanda, me avisaram de uma vaga de um restaurante como waitress. Consegui a vaga, o que me ajudou muito para mudar de emprego 3 meses depois. Qualquer experiencia que tenha aqui, mesmo como voluntário conta muito .

Meu segundo emprego eu consegui entrando nas lojas e deixando meu CV. Hoje estou trabalhando (e muito) no Subway.

Então é isso não desanimem e procurem muito e avisem todos os conhecidos que vc está precisando de emprego. As vezes demora um pouco mais, mas todos meus amigos daqui tem um job ;).

Lembrando que esses são minhas impressões e experiencias aqui de Cork!

trabVenham com a cabeça aberta a qualquer oportunidade, se joguem e Boa Sorte!