Um Presente de Fim de Ano do Governo

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA , (…),

DECRETA:

Art. 1º O Decreto nº 6.306, de 14 de dezembro de 2007, passa a vigorar com as seguintes alterações:

“Art. 15-A…………………………………………….

XXV – nas operações de câmbio liquidadas a partir de 28 de dezembro de 2013 destinadas ao cumprimento de obrigações de administradoras de cartão de uso internacional ou de bancos comerciais ou múltiplos na qualidade de emissores de cartão de crédito ou de débito decorrentes de saques no exterior efetuado por seus usuários: seis inteiros e trinta e oito centésimos por cento; e

XXVI – nas liquidações de operações de câmbio liquidadas a partir de 28 de dezembro de 2013 para aquisição de moeda estrangeira em cheques de viagens e para carregamento de cartão internacional pré-pago, destinadas a atender gastos pessoais em viagens internacionais: seis inteiros e trinta e oito centésimos por cento.

………………………………………………….” (NR)

Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 27 de dezembro de 2013; 192º da Independência e 125º da República.

DILMA ROUSSEFF

Guido Mantega

=======================================================

É isso aí galera, hoje a notícia não é tão boa para quem está vindo para Irlanda ou está pensando em fazer qualquer viagem para o exterior.

Para quem não viu a notícia nos jornais ou não entendeu o decreto acima, ontem a ilustríssima presidenta da república, a Senhora Dilma Roussef, decretou aumento na taxa de IOF de 0,38% para 6,38% para algumas modalidades de operações em moeda estrangeiras, incluindo o VTM.

Para quem não sabe, o VTM é era o método preferido pelos intercambistas para levar dinheiro ao exterior, por ser seguro, prático e recarregável (Mais informações sobre o VTM no post Real x Euro).

Enfim, o que isso significa… À partir de 28/12/2013, para carregar o seu VTM será cobrada uma taxa de 6,38%, que antes era de 0,38%. Se não bastasse o alto valor do Euro, ainda temos mais essa.

Só para vocês terem uma noção, eu fiz uma pesquisa rápida na internet e achei uma casa de câmbio que ainda não alterou o valor do IOF e uma outra que já alterou o valor do IOF. A diferença é de R$ 0,22. Claro que a cotação varia de uma casa de câmbio para outra, mas já da pra ter uma noção da bomba.

Nesse post eu foquei no VTM, pq é o meio mais comum entre intercambistas, mas não se limita a isso, tbm sofrerá com a nova taxa de IOF:

– Saques e pagamentos com cartões de crédito (*)
– Saques de conta corrente feitos no exterior
– Pagamentos com cartões bancários na função débito em conta corrente
– Carregamento de moeda em cartões pré-pagos (VTM, Cash Passport, etc)
– Compra de cheques de viagem (traveller checks)

(*) O cartão de crédito não sofreu alteração, pois desde 2007 é cobrado IOF de 6,38%.

A única modalidade que não foi afetada foi a compra de dinheiro em espécie, essa continua com o IOF de 0,38%, por enquanto…

Enfim, uma bela rabada de final de ano para quem pensa em sair do BraZiiil.

Queremos agradecer a todos que acompanharam nosso blog durante esse ano e desejamos desde já um ótimo e próspero ano novo!

Um abraço a todos!

Nem tudo são flores.

Quando a gente sai de casa em busca de novos ares sempre pensamos em tudo de bom que está pra acontecer! E de fato MUITA coisa boa vai acontecer.

Mas hoje num dia meio mau humorado resolvi mostrar um pouco das coisas que nos “desanimam” no dia a dia. Vou pular a parte do frio, pois eu já sabia que tava vindo para um país “gelado”, então sol ou chuva eu to me divertindo!

Vou começar pelo fato de que tudo fecha cedo, aqui os mercados ficam abertos até as 10 horas e bebida alcoólica até as 10h também (menos em pubs e restaurantes). Faz falta naquele role de última hora na casa de alguem ir comprar uns petiscos ou alguma coisa para beber.

O trabalho, aqui se vc não tem o passaporte vermelho ou o visto que não seja de estudante, vai se limitar aos subempregos. Nada contra, mas é cansativo, pois parece que eles “abusam” de vc pq sabe que vc precisa. As vezes não sabe quando vai ter folga e SE vai ter na semana, trabalhar nos piores horários possíveis entre outras coisinhas que desanimam (até vc receber o pagamento hahaha). Mas na verdade acho que essa é a parte mais importante do meu ano, pois aprendi a valorizar muito mais as pessoas a minha volta e o nosso literalmente SUADO dinheirinho!

De resto só alegria! haha Claro que a comidinha da mamãe também faz uma falta danada! haha

Um Abraçoooo!

Afinal quanto se gasta em Cork?

Oii gente!

Mais uma vez desculpem  a demora, não vou por a culpa no trabalho nem nada, foi o frio chegando e a preguiça batendo rsrs

Finalmente hoje vou falar da nossa média de gasto e a nossa estimativa.

Quero começar falando que venham preparados para o  primeiro mês, ele acaba saindo mais caro que os outros, pois são 300 euros de GNIB, o depósito do aluguel, o aluguel, e se vc alugar um apê sem ser compartilhado, deve levar em consideração a compra de produtos de limpeza e algum utensilio domestico. Mas vou listar aqui os nossos gastos dos primeiros meses.

Mercado: Nossas comprar são quase todas no supermercado Tesco, ele não é o mais barato mas é o mais próximo. No primeiro mês compramos tudo da própria marca do mercado que são os produtos mais baratos e, pode acreditar, são de boa qualidade.  Nos outros meses a gente mudou uma coisa ou outra, compramos as vezes no Dealz ou Euro Giant (tipo “mercadinhos” de quase tudo por 2 euros) e eu como amante de “besteiras” acabamos comprando bastante doce, pizza, pão de alho, cervejas e outras coisinhas que deixam a compra mais cara. E aqui entra nosso crédito de celular de 5 a 10 euros por mês.

Saídas: Nós saímos umas 2 vezes por semana, algumas vezes é uma reunião na casa de alguém, as vezes só uma volta para um café ou uma Pint. Da pra se controlar e economizar bem e não deixar de se divertir.

Roupas: Não preciso falar que eu gasto bem mais nessa parte do que o Felipe né? hahaha Mas compras essenciais foram luvas, toucas e jaquetas.

Outros gastos: Nós classificamos esse item como compras pequenas para a casa, como pano de chão, bucha de louça, algum enfeite para o apê. Ou como alguma comida na rua ou café. Sabe aquele dinheiro que vc não percebe saindo da sua conta?rsrs

Na nossa tabela está faltando a conta de luz, nós recebemos uma estimativa de 2 meses, mas ele jogam “qualquer” numero, vc paga e no final quando encerra a conta eles vem medir o quanto gastou e se precisa devolvem ou vc paga o que falta, mas podemos pedir pra vir medir a qualquer momento se precisarmos.

Enfim segue a nossa tabelinha

Gasto Estimado
 Mercado  €178,25  €100,00
 Saídas  €60,42  €80,00
 Roupas  €47,77  €20,00
 Aluguel  €570,00  €500,00
 Internet  €45,00  €30,00
 Outros  €59,89  €30,00
 Casal  €951,33  €760,00
 Para cada um  €475,67  €380,00

Lembrando que eu já trabalho desde o 2º mês aqui, ao mesmo tempo que eu aproveito pra poder “ostentar” um pouco mais, eu também recebo “tips” e comida do restaurante então acho que fica elas por elas nos gastos. Quero levar em conta que não sou muito amiga da cozinha nem do fogão, então pra quem sabe inventar e se divertir na cozinha acho que da pra economizar mais ainda!

Mais para frente vou mostrar pra vcs o mercado e o preço dos produtos =)

Um beijoo !!

Curiosidades de Cork

Hoje resolvi falar um pouco do que eu achei curioso ou diferente aqui na vida dos irlandeses.

Lembrando que cada país tem sua cultura, então como eles devem achar muita coisa que nós brasileiros fazemos de estranho, não vamos sair julgando os costumes deles, mas só pra compartilhar com vc essas diferenças culturais.

Aqui no centro, como muitos predio são antigos, quase não tem janela no banheiro, eles tem um exaustor que liga quando acende a luz.

Aqui as aranhas dominam! em todo lugar a gente pode ver uma teia, mas os irlandeses não parecem se importar com elas nem de limpar as teias.

O costume aqui é tomar banho 1 vez por semana. Isso não é lenda não, claro que não são todos, mas uma por porcentagem só vai aos chuveiros raramente!

Não tem tomadas nos banheiros! Até o interruptor fica do lado de fora.

Kettle, é um aparelho que o pessoal usa pra esquentar água, no Brasil até existe, mas custa um preço absurdo e aqui toda casa tem e da pra comprar uma por menos de 10 euros.

A taxa da Televisão. Aqui só por a gente possuir um aparelho de tv temos que pagar uma taxa anual de 180 euros.

O leite não é de caixinha como o nosso, na verdade não sei qual a diferença do leite, mas aqui ele fica refrigerado e vence em poucos dias.

Bom essas são só algumas coisas do dia-a-dia que eu consegui lembrar, desculpem a ausência do blog mas tava bem cansada do trabalho esses dias rsrs

Próximo post como ja tinha prometido, vou falar dos nossos gastos nesses 3 primeiros meses.

Um beijo! Até

Escola – CEW

Olá pessoas!

Hoje, pouco mais de 2 meses de Irlanda, acho que já da pra falar sobre as impressões da escola Cork English World.

Primeiramente não quero fazer propaganda da escola, até mesmo pq não vou ganhar nenhuma comissão rsrs.

A CEW nos recebeu com muita simpatia, desde as recepcionistas até os diretores da escola. A metodologia da escola funciona da seguinte maneira: Fazemos uma prova para saber nosso nível de General English (se não me engano tem os níveis: A1, A2, A2+, B1, B1+, B2, B2+, C1, C2), dentro do nível têm os livros, que não temos que comprar, pois à cada semana eles nos dão uma cópia de um capítulo e mais atividades extras. Toda sexta vc tem uma provinha do conteúdo da semana e um questionário pra saber o desempenho do professor, o que poderia melhorar, avaliação das atividades extras, etc.

Apesar dos professores seguirem o mesmo livro, cada um pode usar usa metologia de aula, ou seja, uns acabam focando mais em vocabulário, outros na conversação outros no listening. Eu fiquei as 3 primeiras semanas com uma professora que se usou as atividades de listening 1 vez foi muito, em compensação meu próximo professor usava quase toda aula 1 exercício de listening. Depois de 5 semanas no B2 do General English a gramatica começou a se repetir, o que te deixa um pouco “de saco cheio”.

Uma parte legal da escola é q 1x por mês a diretora marca um encontro com vc, pra falar o que os professores estão achando do seu desempenho, ouvir suas reclamações ou elogios, é uma conversa informal e eu acho super bacana da parte deles fazerem isso! E foi nessa conversa que decidi mudar para o curso do IELTS.

Para quem não sabe o IELTS é uma prova de proficiência da língua inglesa, solicitado para poder entrar em universidades pelo mundo e também para melhorar as oportunidades profissionais, ele é composto de uma prova de gramatica, writing, listening e conversação. Eu resolvi tirar a certificação só para poder dar um foco maior no meu curso, acho que com um objetivo vou me dedicar melhor, principalmente na gramatica.

A metodologia do curso é um pouco diferente, segue um livro especifico pra IELTS e acaba focando bem mais pra writing e listening, so far so good.

Brasileiro na escola? SIM, aqui também tem bastante brasileiros! No General English eles tentam deixar no máximo 3 brasileiro juntos, mas no IELTS somos 5 brasileiros e 1 espanhola.

Quando estávamos no verão haviam MUITOS espanhóis, franceses e italianos, em férias, agora quem fica na escola mesmo é só quem comprou o curso de 6 meses, que na sua maioria são os árabes, coreanos, japoneses e claro nós brasileiros.

Bom para encerras as atividades extras da escola, toda semana eles montam algumas atividades, algumas free outras não, algumas delas são: Filmes (com direito e pipoca e refri free), Conversation class, passeios para cidades próximas, Boliche, corrida de cachorro ou algum encontro no pub para ouvir música irlandesa.

Bom em geral é isso! Qualquer dúvida estamos aqui ( agora com internet!!!)

Blarney Castle

Hello everybody!

Primeiramente queria avisar que estamos sem internet em casa 😦 e por isso a demora pro post e para aprovar os comentários!

Hoje vou falar da nossa visita ao castelo Blarney!

Fomos em um sábado no começo da tarde. Para ir é super fácil e perto só pegar o onibus na rodoviaria por 6,90 euros e 20 minutinhos vc está lá!

A entrada para estudante custa 10 euros, chegando lá nós já fomos ao encontro do nosso primeiro castelo! Os próprios Irish não dão bola pro Blarney Castle, mas acho que pra quem vem pra Cork é uma parada obrigatória!

O castelo é famoso por beijar a Blarney Stone. Diz a lenda que quem beija fica com o dom da Eloquência, mas na verdade precisamos do dom de nos esticar pra beijar a pedra que fina no alto do castelo!

SAM_1651
Eu beijando a pedra
SAM_1656
Felipe beijando a pedra errada

Depois de conhecer o castelo, se  chegar cedo (acho que até meio dia)  ainda pode visitar The Blarney’s House (mas chegamos tarde de mais para a visita), mas ainda tem todo o jardim de plantas venenosas, o Witches Garden (cheio de histórias místicas) e mais uma caminhada até um lago.  Enfim achamos o passeio super válido!

Este slideshow necessita de JavaScript.

É isso gente! Espero que quem venha pra Irlanda se lembre do Castelo de Blarney!

Um beijo !

Se virando em Cork – Comidas

Hello everybody!

Esse post é principalmente para o pessoal que está chegando em Cork, que não sabe onde comer, o que comprar e onde ir. Serão alguns posts com o título “Se virando em Cork”, onde daremos algumas dicas para ajudá-los.

Nesse post vamos falar do que comer nos primeiros dias, normalmente os intercambistas optam por casa de família ou residência estudantil e não têm todas as refeições garantidas.

Como ficamos em casa de família, o café da manhã e o jantar estavam inclusos (tínhamos um “plus”, pq nos finais de semana podíamos almoçar em casa também), mas nas tardes depois da escola tínhamos que nos virar pra comer, alguma coisinha barata e que nos deixassem de pé até o jantar. Foi aí que descobrimos algumas boas opções para compartilhar com vocês.

A primeira opção foi o Lunch Meal Deal do Tesco, vc pega uma lanche, tem umas 3 ou 4 opções desses lanches ‘naturais’, mais um refri, água ou suco mais um doce. Custa 3.00 euros. Detalhe: Cuidado que nem todos os lanches, bebidas e doces estão inclusos nesse combinado, sempre olhe nas prateleiras e veja o que faz parte. Esse combo também tem no Dunnes.

WP_000989
Lunch Meal Deal – Tesco.

Nossa segunda opção era os lanches do Subway, comprávamos o lanche de 30 cm para dividirmos e vinha com refil de refri ou café/chá, custa 6.00 euros. O lanche de 15 cm custa 4.00 euros, com o refil de refri ou café/chá,

A terceira opção eram as lojas do Centra, onde tem alguns combos com o preço bem bacana, por exemplo, como uma pizza de 10′ mais Coca-cola de 1L por 5.00 euros.

2013-09-08_14-26-22_932
Ofertas Centra.

Quarta opção, também são alguns combos do Speedo, com pizza, lanche ou kebab, mais refri e batata.

WP_000990
Combos Speedo.

Para quem tem fogão nas acomodações estudantis, vale a pena dar uma volta no English Market e comprar asinhas de frango já temperadas por 2,30 euros  (10 unidades), peito de frango 3 ou 4 unidades 5 euros. No Tesco nem tudo é tão barato assim, vale a pena dar uma comparada de preços no Dunnes e pra quem gosta de andar, os mercados Aldi e Lidl oferecem bons produtos a preços menores, mas ficam mais afastados do centro da cidade. Mas para os primeiros dias, faça uma macarronada (o spaghetti custa em torno de 50 cents no Tesco), compre pão de forma (No Tesco você acha a partir de uns 70 cents o pacote), cheddar do tesco (15 fatias, 75cents), presunto (10 fatias 70cents) e salame (92 cents).

Onde Comer em Cork

1) Tesco: Fica no calçadão da Paul Street, dentro do Paul Street Shopping Centre.

2) Centra: Grand Parade.

3) Dunnes: Fica na North Main St., dentro do North Main Street Shopping Centre.

4) Mc Donnald’s: Fica na esquina da St. Patrick’s Street com a Grand Parade.

5) Subway: Fica na Oliver Plunket.

6) Subway: Fica na North Main Street, quase na esquina com a Washington Street.

7) Speedo: Fica na Sráide Tuckey, uma ruazinha ao lado do Bishop Lucey Park.

8) Subway: Fica na Plarnell Place.

9) English Market: Ótima opção para comprar carnes, frutas, verduras, queijos frescos. Porém é um pouco caro.

10) Burguer King: Fica na St. Patrick’s St.

11) Centra: Fica na Oliver Pluket.

12) Mc Donnald’s: Fica na Sráid Winthrope, é uma travessa entre a St. Patrick’s St. e a Oliver Plunket.

Até o próximo post “Se Virando em Cork”, vamos falar sobre lugares e pontos turísticos para se conhecer.