Curiosidades – Símbolos da Irlanda

Como a ansiedade é enorme, já fiz várias pesquisas na internet sobre a Republica da Irlanda e vou escrever um pouquinho do que encontrei!

Ao falar de Irlanda acredito que a grande maioria lembre da cultura celta, que eu (Camila) particularmente adoro as histórias!

Vamos aos símbolos:
Coat_of_arms_of_Ireland.svgA Harpa: Dizem que o lendário herói, Brian Boru, guiava o exército para as batalhas sempre carregando uma harpa nas costas. Ele morreu na Batalha de Clontarf em 1014 contra os Vikings. A harpa entao foi reconhecida como um símbolo da Irlanda desde o século XIII. A imagem ao lado é O Brasão de armas da República da Irlanda. A Harpa também está presente em moedas e a Guinnes adotou o símbolo porém virada para o lado oposto.

images

Shamrock: Significa flor te três folhas, bem comum na ilha da esmeralda, tanto que o Saint Patrick, quando veio catequizar os celtas utilizava a folha para simbolizar a Santíssima Trindade, porém atualmente  estudos levam a outra teoria: dada a percepção celta da triplicidade do universo, muitos estudiosos dizem que o processo tenha sido o contrário: os monges irlandeses medievais é que teriam introduzido ao cristianismo o conceito tipicamente celta da triplicidade.  Ele é usado nos logotipos de órgãos governamentais, companhias aéreas, clubes de futebol  e de basquetebol.

leprechaun-13304

Leprechaun: Chamado de Duende Irlandês, ele guarda a chave para tesouros  ou conhecedores da localização de vários tesouros escondidos. Para obter tais tesouros (normalmente um pote de ouro) é preciso capturar um leprechaun e não perdê-lo nunca de vista, pois são muito espertos e maldosos. O leprechaun aparece nas lendas e folclore irlandês e é conhecido como um pequeno homem de roupas verdes, bigode, olhar simpático e um cachimbo na boca. Geralmente vivem em pequenos arbustos, em bosques ou florestas.

anel de cla

Anel de Claddagh: é um tradicional anel irlandês dado como símbolo de amor ou usado como um anel de casamento. Claddagh é o nome de uma pequena vila de pescadores fora dos muros da cidade de Galway. A história da origem vem um jovem chamado Richard Joyce deixou o seu verdadeiro amor em terras Irlandesas para fazer a sua fortuna nas Índias Ocidentais. Seu navio foi capturado por um bando de piratas e ele foi vendido como escravo para um rei mouro. Através dos muitos anos de serviço para o rei, Richard aperfeiçoou a arte de fazer jóias.  Quando o rei William III negociou a liberdade dos escravos em 1689, o mouro ofereceu a Richard a mão de sua filha e um dote saudável em cima disso.Mas Richard recusou pois o seu coração ainda estava na Irlanda.De volta a Galway, ele descobriu que sua amada tinha permanecido fiel a ele durante todos aqueles anos. Em tributo a seu verdadeiro amor, ele criou o anel de Claddagh. As duas mãos representam a sua amizade. A coroa significa a sua lealdade.  O coração simboliza o amor verdadeiro. Richard encontrou sua amada e apresentou o Claddagh primeiro a ela, como seu anel de casamento. E os dois viveram felizes para sempre nunca mais se separaram novamente. Foram encontrados os primeiro exemplares do anel, cerca de 300 anos atrás, com as iniciais de Richard Joyce.

Muito legal né? fora as outras milhares de histórias que essa ilha guarda!

Beijos!

Fonte Fonte 2